Instaappointment Image
Instaappointment image

Persistência, uma palavra que define os vencedores!

Home  /  Tudo Novo  /  Persistência, uma palavra que define os vencedores!

2.abr, 2019 Comentários desativados em Persistência, uma palavra que define os vencedores! Tudo Novo

Persistência, uma palavra que define os vencedores!

Nada substitui a persistência. O talento não irá substituí-la – homens talentosos porém malsucedidos existem aos montes. A genialidade não irá substituí-la – um gênio não reconhecido é lugar-comum. Uma boa formação não irá substituí-la – o mundo está repleto de pessoas conceituadas porém negligentes.

Apenas a persistência e a determinação são onipotentes. A perseverança resolveu e sempre resolverá os problemas da humanidade.

Persistência, uma palavra que define os vencedores!

– Calvin Coolidge, trigésimo presidente dos Estados Unidos.

INTRODUÇÃO


Um das qualidades fundamentais das pessoas bem-sucedidas, sem dúvidas, é a persistência.

“Mas porque precisamos dela em nossas vidas?”

Porque para alcançarmos nossos objetivos, precisaremos de uma alta dose dessa virtude. Ou você acha que não surgirão decepções em sua busca?

Ter persistência é tão importante quanto o treinamento é para um atleta de elite. A maioria das pessoas fazem no máximo duas tentativas para tentar superar um problema quando ele surgem em sua vida e depois desistem.

E quando elas não conseguem superar essa dificuldade, sabe o que elas dizem: “No fundo eu sabia que não ia dar certo”.

Ela fracassou? Quem sabe. Mas também podemos dizer que ela desistiu.

TODOS TEMOS SONHOS


Imagine que um repórter saia às ruas para fazer a seguinte pergunta às pessoas: “Você tem sonhos?”.

Acredito que 99% das pessoas diriam que sim (e os 1% provavelmente tiveram um dia ruim).

Aliás, qual pessoa não deseja ter dias melhores, dar um futuro melhor para seus filhos, trabalhar por amor à sua vocação ou conhecer muitos lugares?

A grande questão é que a maioria, na teoria, têm tudo o que precisa para traçar uma rota de sucesso.

Se você acha que as coisas estão difíceis para você, faça uma visita ao pior hospital público da sua cidade e encare aqueles desconhecidos que pairam sobre suas macas.

Ou então, pense em quais seriam as suas chances de crescimento profissional caso tivesse nascido na República do Zimbábue, nação africana onde 72% da população vivem abaixo do limiar da pobreza, de acordo com o Banco Mundial.

Condições físicas, morais ou sociais é o que não nos faltam.

Enfim, aspirar por concretizações que nos deixem mais felizes e que dão sentido à nossa existência é um traço que nos caracteriza como humanos.

Porém, nem todos podem dizer que já estão satisfeitos com suas realizações ou que conseguiram fazer escolhas de acordo com os seus valores, ao invés de terem sido forçadas a escolher devido às suas circunstâncias.

Tudo isso revela é para dizer que sim, todos temos sonhos. No entanto…

APENAS UMA MINORIA TEM PERSISTÊNCIA


Seja sincero consigo mesmo: “Você já decidiu o que quer para cada área da sua vida, inclusive a financeira?

Se não pararmos para refletir quais são nossos objetivos, corremos o risco de desistir muito cedo diante do primeiro contratempo.

Como disse no tópico anterior, todo mundo tem sonhos, mas poucos resolvem traçar metas para cada área da sua vida:

  • Saúde.

  • Finanças.

  • Relacionamentos.

  • Emoções.

  • Objetivos de vida.

E mesmo aqueles que decidem rascunhar algumas metas, desistem justamente quando estão muito de perto de abraçar seus sonhos.

Wiston Churchill dizia que “o sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo”.

Podemos dizer que ele foi alguém que vivia o que dizia, já que era um dos políticos mais odiados do parlamento no começo de sua carreira, além de ter perdido várias eleições mesmo depois de experimentar um relativo sucesso (e ele ainda consegui reprovar na 6ª série).

Para que você entenda que as pessoas não fracassam, elas desistem, vejamos a história de quatro personalidades famosas que não desistiram de seus sonhos e, por isso, são exemplos de persistência: Steve Jobs, Henry Ford, Andrea Bocelli e John Creasey.

#1 Steve Jobs

Steve Jobs foi um caso de abandono da faculdade, de executivo demitido e um homem de negócios sem sucesso.

Aos 30 anos de idade, ele foi simplesmente afastado e demitido, sem cerimônias, da empresa que fundou. Em 2005, em um discurso da Universidade de Stanford, Jobs explicou: “eu não vi isso na época, mas ser demitido da Apple foi a melhor coisa que poderia ter acontecido na minha vida. O peso de ser bem sucedido foi substituído pela leveza de ser novamente um iniciante, com menos certezas sobre tudo. Isso me libertou para entrar num dos períodos mais cirativos da minha vida”.

Após seu retorno à Apple, Jobs criou vários produtos icônicos e revolucionários, como o iPod, iPhone e iPad, que mudou a face da tecnologia, mais uma vez.

#2 Henry Ford

Parecia não haver futuro para os automóveis do início do século 20: eram caros, difíceis de dirigir e de fazer funcionar. Até que Henry Ford criou a fábrica moderna e um carro simples, acessível e fácil de usar. Lançado em 1908, a 850 dólares cada, o Modelo T foi um sucesso e foram vendidos 15 milhões em cerca de 20 anos. Ao contrário dos outros modelos, não eram brinquedos quase artesanais para os ricos se exibirem e sim um produto em série para usar todos os dias.
Henry Ford fracassou e foi à falência cinco vezes antes de, finalmente, ser bem-sucedido. Na verdade , durante toda seu percurso entre suas constantes quedas até atingir sua ascensão Ford foi vitima de críticos que diziam que NUNCA o homem substituiria os cavalos por maquinas.

#3 Andrea Bocelli

Antes de se tornar tenor, Andrea Bocelli se apresentava em bares da cidade de Pisa, na Itália. O dinheiro que ganhava à noite garantia não só o pagamento das aulas de canto, mas também da faculdade de direito que ele cursava.

Depois de se formar, em 1987, e trabalhar durante um ano como advogado, Bocelli optou pela música como carreira definitivamente. Ele começou a ter aulas de canto com o maestro Luciano Bettarini e passou a se dedicar ao canto em tempo integral.

Tanto trabalho teve retorno. Quatro anos depois de iniciar suas lições com Bettarini, quando já tinha 33 anos, a voz do cantor chegou aos ouvidos de Luciano Pavarotti. O experiente cantor se tornou “padrinho” da carreira de Bocelli.

#4 John Creasey

Ele foi um dos grandes responsáveis pela criação da British Crime Writers Association, ou seja, a associação de escritores de romances policiais britânicos, fundada em 1953. Fazendo uma analogia com a Academia Brasileira de Letras, a British Crimes Writers só reúne as feras das feras britânicas de romances policiais. Para fazer parte dessa associação, o autor deve provar que é o ‘bam-bam’ do gênero. Creasey é considerado o pai, o grande mestre da British Writers Association.

O autor falecido em 1973 criou obras respeitadas do gênero e que serviram de inspiração para muitos escritores policiais contemporâneos, entre as quais podemos citar a série de livros “Gideon” que teve várias histórias adaptadas para o cinema.

Vamos agora, para o lado triste da história. Creasey, provavelmente é o autor que teve o maior número de rejeições por parte dos editores de seu tempo. Foram 743 rejeições antes de conseguir publicar o primeiro de seus 562 livros, entre os quais dezenas de Best-sellers. Meu!! Imagine só, você  – meu amigo, candidato desanimado à escritor – levar um não 743 vezes! E pensar que muitos já desistem da luta no primeiro ou segundo não.

Você percebeu que todas essas pessoas poderiam nunca terem feito sucesso se tivessem aceitado o fracasso como um estado permanente em suas vidas?

A minha dica é que da próxima vez que você pensar em cair numa depressão por pensar demais em seus fracassos na carreira ou na faculdade, você se lembre desses homens para refletir no fato de que às vezes falhar é apenas a porta de entrada para o sucesso.

É NECESSÁRIO PERSISTÊNCIA PARA VENCER


A profundidade de sua luta irá determinar a altura do seu sucesso“.

A persistência é aquela energia de reserva que, na hora em que você achar que não poderá dar nem mais um passo, o fará caminhar o dobro do que já percorreu, desde que você tenha estabelecido onde quer chegar.

Vejamos qual é a origem da palavra persistir:

Persistência. 1) Do Latim PERSISTERE, “continuar com firmeza”, de PER-, “totalmente”, mais SISTERE, “ficar firme, ficar em pé”. Persistência é outra derivada.

2) De INSISTERE, “manter a atitude”, de IN-, aqui com o significado de “sobre”, mais SISTERE. “Insistir” implica em repetir uma atitude, o outro verbo se refere a mantê-la sem interrupção.

Eu achei muito interessante a ideia de que a persistência é uma junção de dois hábitos: 1) Repetir uma ação. 2) Continuar tomando essa atitude.

Agora deve ter ficado mais claro porque a persistência é um dos atributos das pessoas que são muito bem-sucedidas.

Qualquer objetivo que valha a pena ser alcançado nos custará algum esforço. Infelizmente, algumas pessoas não acreditarão em você enquanto não verem provas concretas de que sua meta é possível.

Logo, convenhamos que uma mentalidade treinada para rebater uma enxurrada de críticas, dificuldades, descrença e ameaças deve possuir muito persistência.

Isso exige uma entrega verdadeira, porque não será fácil persistir quando tudo ao seu redor lhe diz para desistir.

Em alguns momentos você estará cansado. Em outros, frustrado. E mesmo assim, você precisará continuar persistindo até enxergar uma luz no fim do túnel.

Muitos vezes, tudo o que precisamos fazer é continuar caminhando. Perca uma batalha, mas não perca a guerra.

É por isso que você ter convicção das suas razões, para que elas continuem justificando as suas escolhas todos os dias.

DESCUBRA QUAL É SUA MISSÃO NA VIDA


Uma meta precisa ter significado, pois será isso que lhe dará mais energia para você correr atrás dos seus sonhos, sejam eles voltados para a realização profissional (trabalhar com o que você ama, fazer um mestrado) ou pessoal (escalar uma montanha, comprar sua casa própria).

Para colocar as suas metas em dia, penso que as seguintes dicas, apesar de simples, são um ótimo começo para estabelecer seus objetivos (inclusive a independência financeira, como temos falado no blog):

  • Tenha um documento específico para suas metas.

  • Relacione o que você precisará fazer e quanto custará o seu sonho.

  • Estabeleça uma data para a sua conquista.

  • Divida sua meta em pequenas etapas e defina data para cada uma delas.

  • Pesquise em detalhes toda as tarefas que terá que executar. Seja um estudioso das suas metas.

  • Aja imediatamente sobre os seus planos.

  • Se alguma coisa não estiver dando certo, considere alterar a sua estratégia.

  • Faça algo todo dia que o coloque pelo menos um passo mais próximo de seu objetivo principal.

Um recurso que sempre utilizo quando bate aquele desânimo é olhar para trás é relembrar tudo o que já conquistei até o momento em minha vida.

Algumas conquistas até que foram fáceis. Outras me custaram muito tempo, esforço e trabalho. E outras luto todo dia para não fracassar, como ser um bom pai para os meus filhões.

Mas agora que você sabe onde quer chegar (escreva suas metas), mais fácil será o trabalho de traçar a melhor rota para sua vitória.

Para chegar lá, a persistência deverá ser uma parte diária da sua vida.

E nunca, nunca se esqueça: “O maior prazer da vida é fazer o que as pessoas dizem que você não pode fazer”.

Simplesmente faça acontecer!

Então, o que está esperando?

E se você gostou do artigo, deixe seu comentário abaixo ou compartilhe!


Comments are closed.